Conteúdo Voltar

Assintecal inicia nova edição da pesquisa Mapeamento dos Polos – Quantificação dos Materiais no Calçado

26 de Outubro de 2021

Com parceria do Sebrae, aplicação e coleta de dados da Unisinos, estudo auxilia fabricantes de componentes na avaliação da sua competitividade no mercado

Criado com o objetivo de contextualizar a utilização de matérias-primas e insumos, auxiliando fabricantes de componentes na avaliação de sua competitividade no mercado e a escolha da melhor estratégia de entrada dos produtos em diferentes polos do país, o Mapeamento dos Polos – Quantificação dos Materiais no Calçado inicia a produção de uma nova edição a partir do próximo mês. O estudo é realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e com aplicação e coleta de dados pela Unisinos.

A primeira edição da pesquisa foi realizada há dez anos. Desde então, o modelo vem sendo aperfeiçoado. A previsão para este ano é a consulta a 200 indústrias calçadistas dos principais polos do Brasil, o que corresponde a 80% da capacidade nacional de calçados no país. No Rio Grande do Sul, fazem parte empresas do Vale dos Sinos, Vale do Paranhana e outras localidades. Em São Paulo, participam indústrias de Franca, Jaú e Birigui. Já em Minas Gerais constam Nova Serrana e outras localidades. Completam a lista São João Batista e outras localidades de Santa Catarina, estados como Bahia, Paraíba, Ceará e Pernambuco, do Nordeste, localidades do Espírito Santo, Paraná e Goiás, além de outras cidades de São Paulo.

De acordo com Luiza Fontana Winck, analista de Inteligência de Mercado da Assintecal, essa edição da pesquisa será importante para mapear a retomada da indústria. “A última edição da Quantificação dos Materiais foi feita em 2019. Abrangendo os principais polos, teremos um retrato do uso dos materiais neste período de recuperação pós-pandemia”, destaca. A análise também oportuniza o mapeamento de oportunidades, pois trabalha com a realidade do que está acontecendo no Brasil.

Serão ouvidas empresas que consomem produtos como cabedal e forro (couro, laminado PVC, laminado PU e têxtil), solado (PVC, TR, PU, TPU, borracha – incluindo SBR, látex e laqueado – EVA e couro), adesivos (base solvente, base água, hot melt e filmes), enfeites (metal, plástico, pedraria e têxtil) e macrocomponentes (borracha, PVC, TR, PU e EVA) para calçados feminino, masculino, infantil, esportivo, segurança e injetado.

Luiza explica que o levantamento deve disponibilizar informações estratégicas para as empresas a fim de auxiliá-las na identificação de tendências de materiais por polos, direcionamento de marketing, produção e propagação do conhecimento, além de contribuir para o planejamento estratégico e avaliação da competitividade no mercado e orientação para definição dos produtos. “Também oferece subsídios para investimento na prospecção de novos mercados de atuação e visibilidade da marca, por meio da inserção do logotipo da empresa (quando patrocinador)”, explica. O produto faz parte do portfólio da Assintecal e poderá ser adquirido pelas empresas interessadas a partir do início de 2022. Para mais informações, os contatos são os seguintes: inteligencia@assintecal.org.brrelacionamento@assintecal.org.br, ou (51) 3584-5200.

 

Para mais informações, entre em contato com Marketing da Assintecal:

(51) 3584-5200

marketing1@assintecal.org.br

Newsletter
Follow Us