INSCREVA-SE
Voltar

Notícias

23 de Maio de 2018

SICC 2018: Conexão Inspiramais no Conectech

Marnei Carminatti é consultor e palestrante do Núcleo de Design da Assintecal e foi o responsável por levar a melhor informação e conteúdo sobre o futuro da moda ao evento em Gramado. Ele apresentou estudos, como é o caso da pirâmide, que contribuirão para as indústrias fazerem a melhor o que há de mais vanguardista possível, visando melhor posicionamento no mercado


Dentre as novidades deste ano, um espaço, em parceria com o Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Artefatos, IBTeC, e a SetaDigital, denominado de ConecTech, totalmente voltado para o varejo, reunindo diferentes representantes do segmento e, através destas conexões, destacando ieias, ferramentas e tecnologias que apontam o futuro do varejo. Visando levar a melhor informação para os 18 mil visitantes, a organização convidou a Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos, Assintecal, para uma palestra essencial e repleta de conteúdo sobre os novos rumos do setor. O bate-papo, que rolou ontem no Rio Grande do Sul, mostrou o trabalho do Núcleo de Design da Assintecal, que conta com um time de mais de 12 pesquisadores coordenados por Walter Rodrigues, estando sempre à frente do melhor conhecimento em pesquisas.


“Esta, para mim, é uma feira exponencial que vem construindo uma ideia de relação diferente de compra e venda de produtos. Além disso, está crescendo cada vez mais e escuto de muitos clientes que Gramado, atualmente, é a mostra mais importante para eles”, explicou Marnei Carminatti, consultor e palestrante do Núcleo de Design da Assintecal. “Vemos aqui a união de vários setores que estão pensando em tecnologia e o trabalho que fazemos no Inspiramais – Salão de Design e Inovação de Materiais é exatamente isso, ou seja, propor um tipo de peça diferente do que o mercado tem, podendo ser interpretado e construído de maneira mais criativa. Abrimos várias janelas nas quais as pessoas podem se inspirar e somar mais conhecimentos. A partir disso, é importante que diferentes núcleos participem deste tipo de encontro, pois possibilita o entendimento dos compradores para o que as empresas vem falando e desenvolvendo no universo de construção de produto”.


Inspiramais é promovido pela Assintecal, ByBrasil – Components and Chemicals, ABIT, TexBrasil, CICB, Brazilian Leather e Apex-Brasil e a sua próxima edição será realizada em São Paulo nos dias 17 e 18 de julho. O evento dá o start na união entre a indústria e o mercado, visando criar uma sinergia de inspirações para que as indústrias valorizem produtos que estão de acordo com o mercado atual. “Tentamos orientar de forma a ajustar as informações para o que as pessoas desejam no momento. Se o cliente olhar para as nossas temáticas, ele consegue fazer uma compra distinta. Quando falamos da transparência e da levitação, passam a enxergar este protagonismo nas peças e visualizar um maior êxito nas coleções. A consequência disso é um crescimento das vendas”, afirmou o palestrante.


A busca por conhecimento não para nunca quando o assunto é Assintecal. Um périplo está sendo feito pelo Brasil levando e trazendo informação para as indústrias com o Conexão Inspiramais. Neste projeto, a equipe do Núcleo de Design expõe todas as inspirações e os caminhos que guiarão o uso de materiais para calçados, bolsas, vestuários e acessórios para as próximas temporadas. “Estamos começando apenas a viajar pelo país e o start foi no Minas Trend. Entre os meses de junho e agosto, estaremos passando por praticamente todos os pólos produtivos de calçados e confecção do Brasil dando palestras de apresentação da temporada 2019_II para empresas, varejistas, pessoas ligadas ao universo de desenvolvimento e fornecedores de materiais”, informou. A iniciativa conta com uma equipe de profissionais amplamente capacitada e que orienta as marcas participantes para o desenvolvimento de produtos, de forma a se tornar amplamente competitivas internacionalmente.


Esta espécie de turnê pelo Brasil está apenas começando, mas Marnei já foi capaz de sentir o aumento da receptividade das companhias neste ano. “Estamos percebendo que as marcas estão começando a respirar, então, existe de novo uma necessidade de procurar caminhos de informação com mais força. Por este motivo, temos tido sucesso em quase todas as apresentações que fizemos. Em Minas Gerais, tivemos lotação máxima, por exemplo. Esta turma quer buscar novos caminhos de forma a acertar no ponto certo e, para isso, realmente é necessário ir atrás do conhecimento. Está sendo maravilhoso este retorno das empresas”, confirmou.


Esta forma de compra ideal anunciada por Marnei Carminatti, durante as palestras, não fica apenas no campo imaginário e reflexivo. Na verdade, todos estes argumentos são frutos de um estudo desenvolvido ao longo de anos que avalia a massa de compradores do mercado. Esta pesquisa pode ser resumida em um formato piramidal.  O topo desta forma geométrica, composto por 10%, faz referência a uma criação autoral, envolvendo tanto a parte anatômica quanto a dinâmica da peça. Logo embaixo, nos 30%, pode ser visto um ideal de resistência e um acúmulo de informação sobre os produtos. Por fim, os 60% representam a massificação, trazemos um universo que fala de Alquimia, Resistência e Leveza em materiais que os clientes precisam utilizar agora como transparência, sportwear, nylon e muito mais. “Se formos pensar em uma loja. O 10% estaria em uma vitrine, porque é o produto escândalo, que faz as pessoas pararem. Dentro disso, incluímos novas construções, tecidos e materiais. Enquanto isso, o 30% são modelagens que ele já utilizou no período passado em compras como peças exponenciais e, agora, vêm adaptadas ao olhar do consumidor, ou seja, já consegue comprar com uma facilidade maior. O 60% têm que ser as peças de volume de venda”, exemplificou. Dessa forma, um comprador não pode se restringir ao produto massificado. Um homem de visão precisa ter os dois níveis superiores.


Este estudo piramidal já foi passado às empresas há algum tempo e o resultado pode ser enxergado ao passear pela própria SICC. “Para nós, é fácil perceber o nosso trabalho com fornecedores nesta feira. Conseguimos desmembrar todos os 60% desta estação. É possível observar nas construções uma utilização absurda de modelagens com uma pegada mais esportiva. Além disso, temos uma mudança exponencial nas alturas. Não vemos mais aqueles sapatos que são totalmente de festas, vemos tamanhos muito médios, confortáveis e fáceis de serem calçados”, avaliou Marnei.


Este estudo piramidal já foi passado às empresas há algum tempo e o resultado pode ser enxergado ao passear pela própria SICC. “Para nós, é fácil perceber o nosso trabalho com fornecedores nesta feira. Conseguimos desmembrar todos os 60% desta estação. É possível observar nas construções uma utilização absurda de modelagens com uma pegada mais esportiva. Além disso, temos uma mudança exponencial nas alturas. Não vemos mais aqueles sapatos que são totalmente de festas, vemos tamanhos muito médios, confortáveis e fáceis de serem calçados”, avaliou Marnei.


A equipe de desenvolvimento da Assintecal realmente vem do futuro, porque já está trabalhando para os estudos da moda de 2020_I. Marnei Carminatti, inclusive, será o coordenador do Preview do Couro que estará apresentando as inspirações para daqui a dois anos. Com exclusividade para o site HT, ele já adiantou o que veremos nesta cápsula do futuro. “Vamos falar muito de disruptivo, então, temos três temáticas que vão transitar por este caminho. Falaremos de arte expressionista, de reconfiguração olhando para o universo da arte de Basquiat e da criação de novas matérias-primas. Sobre este último, temos muita textura de papel e cimento o que vai desconstruir os couros”, garantiu. A gente já está ansioso!


Fonte: Heloisa Tolipan

Foto: Henrique Fonseca

Compartilhe

OPS!